Mousse de Chocolate Quero-te Bio

Tive algumas propostas de parcerias nos últimos tempos, mas até agora ainda não me tinha feito sentido, principalmente porque não me identificava com as marcas em questão.

Até que apareceu a Quero-te Bio, uma empresa familiar, que tem uma loja online de produtos biológicos e que usa como slogan “Somos o que Comemos”, esta frase que repito em todas as aulas que dou, e que ouço em casa desde pequena. Assim sim, faz sentido estar associada a uma marca e aceitei.

A loja online tem uma boa selecção de produtos portugueses, macrobióticos, cosmética biológica, produtos para bebés e criançasmercearias diversas, entre tantos outros. Dá vontade de encomendar tudo. Recebi esta semana um cabaz de produtos e tenho a dizer que gostei muito, mesmo muito.

Já ando a fazer experiências culinárias e a primeira foi esta mousse, com a tablete de Cacau Crudo 90% – sem glúten, sem açucar refinado, sem aditivos, nem aromas artificiais. O sabor é delicioso, eu gosto de chocolate bem escuro, este é perfeito para sobremesas… mas também fiquei curiosa para experimentar estas! 

Segue a receita, espero que gostem.

MOUSSE DE CHOCOLATE QUERO-TE BIO

INGREDIENTES:

  • 1 Lt de bebida de soja (ou espelta, ou aveia)
  • 2 c.sp. rasas de agar-agar em pó
  • 2 c.sp. rasas de amido de milho
  • 1 c.sp. de cacau em pó bio (sem açucar)
  • 50 g de Cacau Crudo 90%
  • 250g a 300g de geleia de arroz (2 conchas de sopa rasas),
  • pitada de sal marinho

PREPARAÇÃO:

  1. Leve ao lume, em chama média, cerca de 300 ml da bebida de soja, a alga agar-agar em pó, o amido de milho, o cacau em pó, pitada de sal marinho e mexa bem com umas varas. Cozinhe durante 5 minutos.
  2. Adicione a restante bebida de soja, a geleia de arroz e o Cacau Crudo 90% partido em pedaços. Cozinhe em chama média/baixa (mexendo sempre) até levantar fervura e desligue o lume.
  3. Verta o preparado num tabuleiro e leve ao frigorífico até ficar sólido, entre uma a duas horas.
  4. Tire do frigorífico e passe com a varinha mágica, até obter uma mousse consistente.

Decorei com pepitas de pólen de flores, porque estavam mesmo ali à mão e dava um contraste giro para a foto. Normalmente uso as pepitas de cacau cru.

Nota: Agora encontra quase sempre a agar-agar em pó, mas se comprar em flocos tem que usar o dobro da quantidade.

Bom apetite ♡

Para encomendar na Quero-te Bio: é aqui.
Quero-te BIo

 

Salada de Quinoa com Azeitonas e Tâmaras | Receita do Livro

Salada de Quinoa, azeitonas e tâmaras

O livro está a ser um enorme sucesso, e eu, claro, não podia estar mais feliz! Muitooooo obrigada a todos pelo apoio e carinho, o vosso feedback tem sido incrível!  🙂

Aqui fica uma das receitas do livro, é muito fácil de fazer e é mesmo boa!

A quinoa é originária das montanhas dos Andes, e era o alimento sagrado dos Incas. A palavra quinoa vem da Língua India Quechua e significa “mãe”. É um cereal muito resistente e adaptável, sobrevivendo em condições ambientais extremas, concedendo-lhe fortes qualidades energéticas. Contém todos os 9 aminoácidos essenciais, o que a torna uma proteína completa. É muito rica também em cálcio, ferro, magnésio e zinco. Assim como o millet a quinoa tem um químico natural, uma primeira camada de sabor amargo, as saponinas, que protege o cereal dos insectos e das altas temperaturas. Deve ser demolhada, durante uns breves minutos e lavada com água fria. É realmente um alimento especial, e é também muito rápido de preparar.

Se ainda não experimentaram, espero que agora vos tenha despertado a curiosidade… 😉

SALADA DE QUINOA COM AZEITONAS E TÂMARAS

INGREDIENTES:

  •  1 cháv. de quinoa
  • 1 cebola roxa grande
  • 1 copo de azeitonas (descaroçadas)
  • 6 tâmaras (descaroçadas)
  • 1 dente de alho, azeite qb.
  • sal marinho qb.,
  • shoyu qb.,
  • coentros, hortelã e bagos de romã a gosto

PREPARAÇÃO:

  1. Lave a quinoa em água fria.
  2. Num tacho, em lume médio, adicione 1 medida de quinoa para 2 de água, deixe levantar fervura e adicione uma pitada de sal, cozinhe cerca de 15/20 min. em lume brando. Reserve.
  3. Numa frigideira em chama alta, aqueça o azeite e o alho ralado durante alguns segundos, adicione a cebola cortada em meias luas. Quando a cebola começar a ficar translúcida tempere com umas gotas de shoyu e de seguida desligue o lume.
  4. Corte as azeitonas em rodelas e as tâmaras em tiras.
  5. Numa taça junte a quinoa, previamente cozinhada, e envolva com os restantes ingredientes.
  6. Guarneça com coentros, hortelã e bagos de romã, vai criar frescura e cortar um pouco a intensidade das azeitonas.

DICAS:

Pode usar sultanas, ou alperces secos, em vez das tâmaras. Pode substituir a quinoa por couscous, ou bulgur e a romã por morangos, cortados em pedacinhos.

Bom Apetite *

Convite ♡ Festa de Encerramento IMP-Leiria | 25 de Julho

*
convite festa final

*É com um misto de sentimentos que venho anunciar que a Loja IMP-Leiria irá fechar as suas portas, no próximo dia 25 de Julho.

Foram três anos e meio, cheios de momentos inesquecíveis.

 

Este projecto foi uma aventura profundamente transformadora na minha vida, que me fez crescer a muitos níveis. Proporcionou-me também conhecer pessoas incríveis, os nossos clientes e amigos de todos os dias, que tornaram possível o crescimento deste espaço e a quem agradeço com todo o meu coração, o apoio, o entusiasmo, o carinho e o amor.

Quero agradecer à Lena, o meu braço direito, que tomou conta (e tão bem) da nossa lojinha e com quem sei que posso sempre contar.
Aos meus queridos avós, que acompanharam este projecto, sempre ao meu lado, e me apoiaram a 200% durante todo o percurso.
Aos meus pais e irmãos, a minha inspiração, pela força, motivação e coragem que me deram para dar vida a este projecto.

Tenho dito várias vezes que o IMP-Leiria foi a minha Universidade, e o livro que acabei de escrever, “O Livro de Cozinha da Marta”, é a minha tese de final de curso. Foi, sobretudo, pela experiência que ganhei aqui, no IMP-Leiria, que foi possível concretizar este sonho. A gratidão é mais que muita.

Irei continuar a dar os cursos e workshops de culinária cá em Leiria, podem acompanhar aqui no blog e/ou na minha página de Facebook.

A vida é feita de ciclos e chegou a hora de começar um novo. Assim, convidamo-lo(a) a juntar-se a nós, na nossa Festa de Encerramento, dia 25 de Julho, um evento que vai ser muito especial. Gostava muito de vos ter cá comigo. Vamos fechar esta porta, mas concerteza irão abrir-se muitas outras.

A todos, um muito obrigada! ♡

Até já,
Marta *

Fotografia de Mariana Sabido

The Book Project ➳ DONE

convite-Marta-Marcador

••● O MEU 1º LIVRO! ●••

A sensação é difícil de descrever, a felicidade… mais que muita.

É com muita alegria que venho anunciar o lançamento do meu livro, já esta 5ª-feira, 4 de Junho, às 18h30, na Fnac Chiado, apresentado pela minha querida amiga Patrícia Vasconcelos.

Fui a semana passada, com a minha mãe e irmãs, ver pela primeira vez “O LIVRO”, nunca me hei-de esquecer desse momento. Como disse a Marina Oliveira, da Marcador Editora: “Aquele momento em que o autor nos abraça e o brilho dos seus olhos diz tudo…”.

Superou as minhas expectativas. Mesmo. A capa está linda, a impressão óptima, o design super clean, como eu gosto. Adoro tudo, de uma ponta à outra.

Foram quase nove meses de projecto (qual filho). Três deles a escrever os conteúdos, outros dois a fotografar as receitas e o restante tempo foi dedicado à paginação, acertos de textos, receitas e tudo e tudo. Concluído este processo foi direitinho à gráfica et voilá!

O melhor disto tudo foi mesmo trabalhar com a Marcador Editora, que tem uma equipa fantástica. Deram-me espaço para participar activamente em todo o processo, tenho a dizer que adorei a experiência e quero repetir.

A parte mais desafiante deste projecto foi, sem dúvidas, fotografar as receitas. Fui para Lisboa, para casa dos meus pais, que têm uma casa com muita luz e espaço; e foi mais ou menos assim:

  • Todas as noites cozinhava cerca de 8 a 10 receitas, para fotografar no dia seguinte.
  • Acordar de manhã bem cedo, para aproveitar a escassa luz dos dias de Inverno, (a melhor luz para fotografar comida é mesmo a luz natural). Começar por escolher os adereços: taças, talheres, panos, etc.; compor o styling para cada uma das receitas e fotografar, fotografar, fotografar, até aí por volta das 16h, a partir dessa hora começava a ficar escuro.
  • De seguida, para o computador, fazer a selecção das fotos e editar. Nada fácil escolher as melhores fotos no meio de tantas. Havia várias que até gostava e me deixavam indecisa, apago, não apago, é boa, mas será suficientemente boa?! Para conseguir ser mais assertiva pensava assim: “Como escolha final, punhas esta foto no livro?!”. Um simples sim, ou não, resolvia-me a questão e ajudou-me imenso.
  • E depois, tomar conta do caos… a cozinha toda por arrumar, louça por lavar, etc., etc.
  • Aproveitar as receitas fotografadas e preparar o jantar, parecia um restaurante buffet à mesa! A hora de arrumar os tupperwares no frigorifico também era engraçada, conseguir encaixar todas as caixinhas de comida, um verdadeiro desafio, qual tetris!
  • E a seguir ao jantar lá ía eu outra vez, cozinhar mais umas quantas receitas para o dia a seguir.

THE BOOK PROJECT MAKING OF

Foram dois meses nisto! Ufa! Que experiência! Como fotógrafa amadora posso dizer que estou muito satisfeita com o resultado. Há fotos que ficaram lindas, outras voltava a fazê-las, confesso, mas sinto que evoluí e quero dedicar-me mais a isto.

Estas são algumas das minhas imagens preferidas, a 1ª é da receita das Papas de Aveia com Molho de Framboesas; a 2ª da famosa Abóbora Hokkaido no Forno; a 3ª e última, é a fotografia da capa, captada pela lente da talentosa e, também, minha grande amiga Mariana Sabidomake up pela Nana Benjamim, e roupas Vintage Bazaar.

Neste livro vão encontrar receitas naturalmente saudáveis e deliciosas, informação sobre os principais benefícios dos alimentos, sugestões de menus, dicas, truques culinários e muito mais!

Conta com a participação especial do meu pai, o grande Francisco Varatojo, com vários textos sobre macrobiótica, yin/yang e 5 transformações; e prefácio pela querida Catarina Beato.

Aventurem-se nas vossas cozinhas e experimentem novos sabores, usem a vossa intuição, a vossa criatividade e, sempre, uma boa dose de amor, pois cozinhar é uma forma de amar

Todas as receitas foram confeccionadas com os deliciosos produtos da Próvida e Quinta do Arneiro.

As louças e acessórios são da talentosa artista Anna Westerlund e do Corte Inglés.

Espero que gostem (assim muito).

E, é caso para dizer… 

Bon Apetit. 

LEIRIA | NOVAS DATAS DE CURSOS DE CULINÁRIA NATURAL

INSCRIÇÕES ABERTAS!!

Faça agora a sua inscrição e garanta o

seu lugar nesta deliciosa aventura culinária!

 

CURSOS DE INICIAÇÃO À CULINÁRIA MACROBIÓTICA
Formadora: Marta Horta Varatojo

 

Datas para o Nível I:

  • Pós-laboral, 3ª-feiras, das 19h às 22:30h: 12, 19, 26 de Maio de 2015
  • Sábados, das 10:30h às 14:00h: 27 de Junho, 4 e 11 de Julho de 2015

Datas para o Nível II – aulas práticas:

  • Pós-laboral, 3ª-feiras, das 19h às 22:30h: 2, 9, 16 de Junho de 2015

Datas para o Nível III* – aulas práticas:

  • Pós-laboral, 3ª-feiras, das 19h às 22:30h: 23 e 30 de Junho e 7 de Julho de 2015

* Os alunos que fizeram o nível I podem optar por fazer qualquer um dos outros níveis.

Para mais informações entre em contacto connosco através do. TLF.: 244 092 459 | TLM.: 92 540 68 61,  ou E.: imp.leiria@institutomacrobiotico.com

ESTRUTURA DOS MÓDULOS

Ao longo de 3 aulas, os participantes aprendem a confeccionar menus equilibrados, a escolher os ingredientes certos, a usar as técnicas de corte e os estilos culinários mais apropriados.

Duração: 3 semanas

Carga Horária: 12h

Preço: 120€, refeições incluídas | Inscrições em dois cursos: 10% desconto

Onde: IMP-Leiria (a 5 min. da Praça Rodrigues Lobo)

Inscrição: No acto da inscrição deve ser feita uma sinalização de 30€, o restante montante, 90€, deverá ser pago no primeiro dia do curso. O pagamento pode ser feito através de transferência bancária, se não lhe for possível fazer a inscrição aqui nas nossas instalações.

Todos temos a consciência de que aquilo que comemos influencia a nossa saúde e o nosso bem-estar, mas muitas vezes sentimos dificuldade em fazer uma alimentação correcta, alegando falta de tempo ou até mesmo de alternativas que permitam cozinhar de forma equilibrada e ao mesmo tempo saborosa.

Este curso de culinária pretende desconstruir mitos, ajudando os participantes a descobrir que a cozinha saudável é muito mais fácil e praticável do que se julga. Para além de ser também deliciosa.

Em cada aula aprenderá a cozinhar menus variados, feitos com ingredientes naturais e, na medida do possível, biológicos.

Como escolher os melhores ingredientes, os métodos culinários mais benéficos, como usar a proteína vegetal, como substituir o açúcar nas sobremesas… estes são apenas alguns dos tópicos a abordar.

Esta é uma excelente oportunidade para esclarecer todas as dúvidas sobre a prática correcta de uma alimentação saudável e perceber que, afinal, não temos que abdicar do prazer de comer quando comemos bem.

Vídeo VIDA MACRO – Pickles Caseiros

Vai um Pickle?! 🙂

São super fáceis de fazer e fantásticos para uma boa saúde do sistema digestivo.

Os alimentos fermentados beneficiam o sistema digestivo de 3 formas diferentes:

1. Fornecem enzimas e vitaminas que ajudam a assimilarmos melhor os alimentos.
2. Têm bactérias que ajudam a repovoar a flora do intestino grosso.
3. Produzem moléculas de assimilação fácil; no Miso ou no Shoyu, por exemplo, as proteínas da soja, de difícil assimilação, são convertidas em aminoácidos (moléculas mais simples).

Espero que gostem.

Bom Apetite *

Podem ver o video aqui.

 

 

Caldo de Miso Branco com Udon e Nori Tostada

 

Hoje o meu pai é que começou a fazer o almoço e decidiu fazer um dos meus pratos preferidos, que para além de ser absolutamente delicioso, é rápido e muito fácil de fazer. Ele preparou o caldo e cozinhou a massa udon, eu dei os toques finais.

Almoçámos no terraço, com um sol maravilhoso! Parece que a Primavera veio fazer uma visita, tão bom! Espero que esta receita vos saiba tão bem quanto nos soube a nós. 🙂

CALDO DE MISO BRANCO COM UDON E NORI TOSTADA

INGREDIENTES:

  • udon
  • 1 c. sp. de miso de branco por dose
  • 4 a 6 cogumelos shiitake secos
  • 1 tira de alga kombu
  • 2 folhas de alga nori
  • 1 pedaço de 3 cm de gengibre
  • 1 a 2 c. sp. de shoyu
  • cebolinho a gosto

 PREPARAÇÃO:

  1. Cozinhe a massa udon, durante cerca de 10 min. Reserve.
  2. Para o caldo: coloque a alga kombu, os cogumelos shiitake e umas rodelas de gengibre numa panela com água, cozinhe em lume brando durante 20 min.
  3. Coloque o miso branco numa taça, retire um pouco da água do caldo para essa taça e dissolva suavemente. Acrescente o miso já dissolvido ao caldo, cozinhe durante 1min., apague o lume.
  4. Tempere o caldo com shoyu.
  5. Rale o gengibre, no ralador mais fino e esprema o sumo da polpa directamente no caldo.
  6. Toste durante alguns segundos as folhas de alga nori, de um lado e do outro, directamente na chama do fogão, até ficarem estaladiças. Desfaça as folhas com as mãos, para uma taça, até ficarem em pedaços pequenos.
  7. Sirva a udon, em taças individuais, verta o caldo por cima da massa e guarneça com nori tostada e cebolinho picado.

Bom Apetite ☮